Porque eu não consigo imitar a voz dos cantores líricos?

Recebi uma pergunta do nosso amigo Carlos, que disse o seguinte: “Eu tento imitar a voz dos cantores líricos e não consigo, como eles fazem aquele vozeirão?”

Essa pergunta tem alguns pontos que podemos trabalhar, o primeiro é a imitação. Eu sei que no início temos essa mania de imitar os cantores que gostamos, mas a imitação não é um bom recurso a ser usado, pois a voz do outro é diferente da sua, então essa prática pode resultar em danos para a sua voz.

Meu conselho é que você faça aula com um bom professor de canto, que vai te orientar, e descobrir a sua voz real, com todas as suas características, tais como, tessitura, timbre e no caso do canto erudito, vai selecionar o repertório ideal para a sua voz.

Lembre-se que para cantar trabalhamos músculos, então pegue leve, o trabalho deve ser contínuo e progressivo. Você, por acaso, chega na academia e levanta o maior peso do mundo sem nunca ter feito musculação? Ou corre uma maratona sem treinamento? Com a voz é a mesma coisa, é preciso malhar os músculos.

Sobre o vozeirão, os cantores líricos conseguem uma maior projeção, comparada ao cantores populares, porque aprendem a usar o corpo, que é o nosso instrumento. Eles usam o apoio adequadamente, os ressoadores e sabem  abertura/relaxamento ideal para produção dos agudos.

Espero ter ajudado, continuem mandando perguntas para: aprendendoacantar@gmail.com

É possível cantar sem microfone?

Imagem tirada daqui: http://www.cultura10.com

Sim, é totalmente possível! Eu prefiro cantar sem. Claro que isso depende do local que cantamos, em um teatros e igrejas o ideal é sem microfone, já em bares, casas de shows e pubs cantamos com microfone.

A instrumentação também influencia na escolha, pois instrumentos microfonados, geralmente, pedem o uso de canto com microfone, mas se você estiver cantando a frente de uma orquestra sinfônica em um teatro, o microfone não é necessário.

Mas afinal, como conseguimos cantar sem microfone? O nosso corpo é uma grande caixa de som, tem a mesma função daquelas caixas que estão acopladas aos aparelhos de som que compramos. É por meio dos ressoadores, que estão presentes no nosso corpo que conseguimos projetar a voz.

Os indianos dizem que um bom cantor, canta com os pés. Claro que não precisamos colocar a ressonância nos nossos pés, mas a ideia é utilizar todas as possibilidades que estão adequadas a nossa tessitura vocal e estilo musical.

Faça um teste, cante uma nota grave, a mais grave que você conseguir e coloque a mão no seu peito; agora cante a nota mais aguda que você conseguir emitir e perceba se a vibração está no mesmo lugar.

Para cantar, é necessário dominar os ressoadores, a nossa grande caixa de som, e usar o apoio para ajudar na projeção. Vamos fazer outro teste? Eu quero que você localize o seu umbigo e ache o espaço quatro dedos acima dele, é aí que está localizado o seu diafragma.

Agora para utilizá-lo, aperte-o – para dentro – toda vez que emitir um som. Faça o seguinte exercício: emita uma nota lisa, pode ser AHHHH e aperte o diafragma durante a emissão da nota, perceba que sonoridade ocorre quando você faz isso. Agora alterne a emissão da nota com som AHHH, ora faça com pressão do diafragma e ora faça sem a pressão no diafragma. Você percebeu alguma mudança no volume da sua voz?

Pois é, o apoio é essencial para a projeção da nossa voz.

Tem dúvidas? Mande um e-mail pra aprendendoacantar@gmail.com

Pra que serve o apoio?

Imagem tirada daqui; http://www.sempretops.com/

É muito comum ouvirmos falar do apoio, mas o que poucas pessoas conseguem é entender para que serve o apoio. O apoio é um conjunto de ações que tem como objetivo tirar a pressão das pregas vocais, nesse sentido para cantar é necessário criar um fluxo contínuo de ar, esse fluxo é obtido por meio da pressão no diafragma, abertura de costelas e uso dos músculos intercostais, controle dos músculos nasofaríngeos, abertura ideal da boca, língua na posição adequada e palato mole e duro com levantamento de acordo com a altura da nota emitida.

Quanta confusão de coisas não? Mas cantar é assim mesmo.  Precisamos dominar a técnica, tornar todos os movimentos naturais e ainda conseguir interpretar a peça com a emoção necessária.

Sobre o apoio, é essencial, pois não existe canto sem ele. Temos sempre que lembrar que cantar não é um ato natural, fazemos um adaptação. O apoio não pode ser nem muito e nem pouco, tem que ser na medida certa para conseguirmos a projeção necessária, além da emissão correta das notas agudas, médias e graves.

Você tem alguma dúvida sobre qualquer assunto referente a canto? Mande um e-mail para aprendendoacantar@gmail.com e tire suas dúvidas.

@claragui